Educação Archives - Página 10 de 22 Nerd Pai

Categoria “Educação”

22/08/16

Crianças e o preconceito

> Autor: Fabi Fiuza > Categoria: Educação

Eu trabalho ao lado de uma escola infantil, com boa estrutura, bom nome e considerada uma das mais caras e boas da região. Algumas crianças chegam às 7h e saem às 19h, outras estudam em meio período. Ouço toda a movimentação da hora de almoço deles, hora das brincadeiras, algumas aulas e TODA gritaria que crianças pequenas podem promover juntas. Dia desses ouvi algumas crianças discutindo e dizendo para um menino que ele não poderia brincar com o grupo por ser “preto”. Uma das professoras interveio e perguntou o que estava acontecendo, o garotinho que parecia ser o chefinho do grupo respondeu e a professora não levou nem cinco segundos pra dar uma resposta. O diálogo foi assim:

Professora: “Porque ele não pode brincar com vocês?

Aluno: “Por que ele é preto.”

Professora: “Você tem as orelhas grandes, nem por isso é deixado de lado. Não importa se é alto, baixo, gordo, magro, preto, branco ou tenha qualquer outra característica, vocês são todos iguais e vão brincar todos juntos, ou ninguém mais vai brincar.”

Achei muito correta a atitude da professora diante da situação e pensei que é isso que eu espero de uma escola. Que quando eu não estiver lá pra educar nesses momentos, que alguém intervenha e transmita essa mensagem. Pra mim o alto valor cobrado se justificou naquele momento.

Alguns dias mais tarde estávamos com meu enteado em uma festa onde havia algumas meninas brincando e querendo que ele participasse, a menorzinha ficou encantada com ele e o seguia o tempo todo. Depois de um tempo ele veio até nós e disse que não queria brincar com elas por que ele era melhor que as meninas. Gelei. Mas não deixei passar o momento de situar o pequeno no mundo. Puxei num canto abaixei na altura dele e expliquei que aquilo que ele estava dizendo estava errado e que ninguém é melhor do que ninguém, todos nós temos qualidades, defeitos, somos chatos ou legais e somos todos igualmente importantes. Falei em tom de quem corrige e chama a atenção. Não foram necessários gritos ou agressões de nenhuma natureza, mas foi preciso firmeza. Em seguida o pai assumiu o posto e reforçou o recado. Mas gente, como esses dois episódios me incomodaram, pois nem sempre se assume essa postura diante dessas situações, pois as pessoas pensam que se trata de coisa de criança, mas não é. Esses questionamentos podem sim surgir na infância, mas é nesse momento em que isso deve ser explicado e que se deve aproveitar para ensinar aos pequenos que não, eles não são melhores, não são estrelas ou reis e todo o resto seus súditos. Eles podem sim, serem muito importantes para nós e muito amados por nós, mas isso não os torna centro do mundo.

Crianças e o preconceito

Acredito que é dever de todos nós que temos contatos com os pequenos Padawans transmitir esses valores para que não cresçam com a visão errada de si e do mundo que os cerca. Pois vale muito mais levar uma bronca de quem os ama e aprender do que levar as porradas que o mundo lá fora tem pra dar e, eles vão levar esses solavancos, mas se estiverem preparados, se souberem que é assim pra todo mundo, as chances de se saírem bem são enormes e o nosso dever estará cumprido.

Se você notar que seu Padawan discrimina alguém seja lá por qual motivo, sente e explique que o mundo é cheio de pessoas diferentes, mas que somos todos igualmente importantes. Não perca a oportunidade de ensinar seu pequeno a lidar com todas as diferenças que nos cercam.

Depois que passei por esses dois episódios tentei encontrar alguma literatura que tratasse deste tema para o público infantil, não encontrei nada específico para crianças muito pequenas, mas encontrei o livro A cor do preconceito, que trata do preconceito na escola e na sociedade em geral. Se você tem Padawans alfabetizados e já saídos da primeira infância, pode ser uma boa leitura para fazerem e analisarem juntos.

Se você conhecerem algum livro voltado para os pequenos, deem suas sugestões nos comentários. Estou atrás de algo assim para continuar o aprendizado aqui em casa.

Fonte: Editora Ática

27/07/16

Ir dormir tarde pode causar obesidade aos Padawans?

Colocar o seu Padawan para dormir até as 20h00 sempre foi motivo de comemoração, pois os pais podem assistir tranquilos suas séries preferidas, certo? Errado.

Um estudo recentemente publicado no The Journal of Pediatrics descobriu que Padawans na pré-escola – de 2 a 6 anos de idade –  que vão para a cama até às 20h ficam menos propensos a desenvolverem obesidade na adolescência do que aqueles que foram para a cama depois das 21h.

↪ Continue lendo »

11/07/16

Criança e consumo – Quais são os limites desta relação?

> Autor: Fabi Fiuza > Categoria: Educação

Até que ponto o consumo para crianças é saudável? Pelo que tenho visto, os pontos de vista divergem bastante no que diz respeito a criança e consumo. Uns acham um absurdo uma propaganda voltada para o público infantil e há quem diz que não faz mal, não tem problema.

Desde que virei madrasta comecei a ter muito contato com o universo infantil e os dilemas que o cercam. Vejo que há exageros dos dois lados da moeda e que os pais não conseguem encontrar um meio termo entre os dois extremos: Consumo excessivo X Alienação.

Recentemente uma marca lançou um carro de brinquedo, daqueles carros em que as crianças entram e fingem que estão dirigindo, mas que contem em devidas proporções as características dos carros da marca feitos para adultos. Prontamente no Instituto Alana (que batalha para propaganda consciente e ética) reclamou alegando que se trata de uma ação abusiva. Em resposta, o diretor de Marketing e Relacionamento da empresa disse: “Em vez de focar no pai, decidimos focar no filho, que influencia o pai na decisão de compra“. A partir deste ponto a reclamação do instituto fez sentido pra mim. Pois acho ruim este foco e acredito que as campanhas devem ser direcionadas a quem tem poder de discernimento sobre a importância das coisas e não considero crianças aptas a tal decisão.

Criança e consumo - Quais são os limites desta relação instituto alana

Como estudante de Publicidade, considero importante uma boa propaganda para alcançar os objetivos de venda, mas como madrasta e potencial mãe, acredito que deva haver equilíbrio e que a ética deve estar presente na criação de campanha. É um caminho longo esse de educar e tornar os Padawans pessoas boas e coerentes, mas acredito que valha a pena.

Existe um documentário muito interessante que chamado Criança,  a alma do negócio, que aborda o tema e ouve as crianças para saber qual é a sua relação com consumo e seus efeitos.

E vocês, o que pensam a respeito?

Fonte: Blue Bus e Instituto Alana

02/07/16

O Pequeno Príncipe e tudo que não devemos deixar para trás

> Autor: Fabi Fiuza > Categoria: Educação, Literatura

“Tu te tornas eternamente responsável, por aquilo que cativas”

“Foi o tempo que dedicaste à tua Rosa que a fez tão importante”

Você provavelmente já leu essas frases em algum lugar, na verdade, essa e muitas outras do tipo. Se você as viu em O Pequeno Príncipe, que bom! É sinal de que já leu ou pelo menos deu uma folheada nas maravilhosas páginas escritas por Antoine de Saint-Exupéry.  Se não leu, não tem problema, é só procurar um exemplar e surpreender-se com a ternura e inteligência descrita nas páginas. É uma obra cheia de simbolismo e que nos faz refletir sobre escolhas e sobre lembrar-se de quem nós somos.

A obra é tão famosa que não ficou presa às páginas. Ganhou animação, ilustração e até virou tema de decoração, que eu, sinceramente espero usar na quarto do meu Padawan  (se for menino).

Há também o filme, lançado em 1974, que conta com a participação de Gene Wilder, nosso eterno Willy Wonka. Lá nos anos 90 quando eu tinha tempo de sobra para assistir tudo que o SBT passava, era transmitida uma animação de O Pequeno Príncipe e sua jornada pelos planetas. Deixou saudades.

O Pequeno Príncipe Antoine de Saint-Exupery 01

O Pequeno Príncipe Antoine de Saint-Exupery

Há alguns anos o principezinho vem ganhando as páginas de cadernos e fichários escolares de adultos e crianças (mais adultos saudosos do que crianças). Creio eu que foi isso que motivou o remake da animação que agora é transmitida pelo canal a cabo Discovery Kids. Lá ele ganhou uma carinha mais moderna e jogos interativos pra criançada…boa porta para o conhecimento de uma grande obra!

O Pequeno Príncipe Antoine de Saint-Exupery

O selo Agir, da editora Ediouro também lançou O Pequeno Príncipe – Uma adaptação da obra de Antoine de Saint- Exupéry, feito por Joann Sfar, que dá uma nova roupagem em forma de quadrinhos à já conhecida história.

O Pequeno Príncipe Antoine de Saint-Exupery

*O autor, Antoine de Saint-Exupéry, foi um piloto francês, que além da obra já citada escreveu diversos artigos para jornais franceses e de outros países.

É isso aí, pessoal! Incentivem seus padawans a conhecer esta obra fantástica!

“Livro de criança? Com certeza! Livro de adulto também, pois todo homem traz dentro de si o menino que já foi” – Trecho da sinopse do livro.

Fontes: IMDBDiscovery KidsWikipedia