E os mundos paralelos perpetuam na amamentação

Realizei uma pesquisa na Fanpage perguntando se alguma mãe chegou a sofrer discriminação quando amamentam em público. Tipo, pediram para colocar paninho, escutou comentários desagradáveis, pediram para parar de amamentar e tal.

O resultado você pode conferir abaixo:

Link da Postagem Original

41% informou que sofreu discriminação de alguma forma. QUARENTA E UM PORCENTO. É muita coisa, gente! 🙁

A razão que fiz essa  pesquisa foi que uma pessoa comentou que não existe disso de discriminar e/ou ter preconceito com mães amamentando. Expliquei que, sim, existe e ele rebateu que nunca viu e nunca teve conhecimento através do seus círculos de amizade dessa prática. E finalizou: Tudo não passa de #mimimi.

Para mim, quando usam esse termo, além de transmitir arrogância extrema e ridicularizar uma causa alheia, ainda deixa claro que argumentos são um problema maior que a falta de empatia. Enfim.

Bato novamente na tecla: Só porque você não tem conhecimento, isso quer dizer que não exista. Como fiz nesse post aqui, vivemos em vários mundos paralelos que muitas vezes não se chocam e o resultado é minimizar, ridicularizar, o que passam nos outros.

Como pai, meu dever é ensinar isso aos meus filhos. É mostrar que só porque eles não passam por X ou Y, não significa que outras pessoas não passam e RESPEITO é o que deve prevalecer.

Acredito que assim teremos um mundo melhor do que esse que vivemos hoje. E convido a você a fazer a sua parte.

Imagens via https://www.shutterstock.com/