Facebook lança Messenger Kids para crianças com menos de 13 anos

Todos sabem (ou deveriam saber) que o Facebook não permite crianças abaixo de 13 anos de idade. Porém a realidade é outra e o que mais tem são Jovens Padawans na rede do Tio Zuck. Olha, se os pais monitoram o perfil nem vejo problema. Porém a realidade é outra e a molecada fica totalmente sem supervisão.

Acho importante as crianças terem acesso às redes sociais com monitoria dos pais. Seus amigos e parentes estão no Instagram, Twitter, Facebook e eles querem fazer parte dessa “turma”. Proibir não é a solução, pois ao fazermos isso eles vão aprender a usar em outros lugares e é aí que mora o perigo.

O ideal era que as redes sociais tivessem a versão para crianças. Uma versão onde os pais tenham total controle da conta. E justamente pensando nisso que o Facebook lançou o Messenger Kids.

O Messenger Kids é um app voltando para Padawans de 6 a 12 anos (ainda apenas na Apple Store Americana e chegará ao Android nas próximas semanas) e foi totalmente pensando na segurança online. O pai ou a mãe baixa o Messenger Kids, faz login com seu usuário e senha, cria uma conta para o filho — basta colocar o nome no perfil — e adiciona contatos para a criança conversar. Ou seja, os pais controlam tudo.

Outra camada de segurança é que os pais só conseguem incluir amiguinhos na conta do filho se eles usarem o Messenger Kids e ainda você precisa ter os pais deles no Facebook. Se eu não tenho os pais do amigo do Padawan em meu Facebook, não consigo cadastrar.

Bacana essa camada de segurança, pois eu não posso incluir ninguém fora do meu círculo de amizades. Um desconhecido, por exemplo, não consegue adicionar meu filho. Ponto para o Facebook!

Depois de cadastrados, eles poderão conversar via texto e vídeo, enviar Gifs, usar máscaras e filtros. Tudo pensado para os Jovens Padawans. Só para você ter uma ideia, o app não tem anúncios e o Facebook afirmou com todas as letras que não irão coletar informações das crianças.

O Messenger Kids foi projetado para respeitar a Children’s Online Privacy Protection Act (COPPA), lei americana de proteção de menores na internet, e o efeito tangencial dele e acostumar as crianças com as redes sociais. Encare como sendo um app educativo, pois Facebook, Instagram, Twitter e outras redes que virão fazem parte do mundo dessa geração e a melhor maneira de saber usa-las é aprendendo o que deve e não deve fazer nelas.

 
Bem, logo o Messenger Kids estará em todas as plataformas e vamos usar com parcimônia e monitorar sempre. Ok pais?