Últimos Posts

19/09/14

Ser Pai

> Autor: AJ "Nerd Pai" Freire > Categoria: Nerd Colaborador

O leitor Rodrigo Melocchi Teixeira fez um texto sobre o que é ser um pai. Achei bem fofo e resolvi compartilhar com vocês.

Ser Pai

É não esperar recompensas, mas ficar feliz caso cheguem.

É aprender errando, saber a hora de falar e se calar.

É contentar-se em ser reserva, coadjuvante, deixado para depois.

É viver as fraquezas que depois corrigirá no filho, fazendo-se forte em nome dele.

É aprender a ser contestado mesmo quando no auge da lucidez.

É saber que experiência só adianta para quem as tem, e só se tem vivendo.

É agüentar a dor de ver os filhos passarem pelos sofrimentos necessários, buscando protegê-los sem que percebam, para que consigam descobrir os próprios caminhos.

É nunca transferir aos filhos a própria dor, sofrimento, vício ou queda.

É ser bom sem ser fraco, jamais transferindo sua própria imperfeição.

É aprender a ser ultrapassado, mesmo lutando para se renovar.

É aprender a sufocar a necessidade de afago e compreensão, mas ir às lágrimas quando chegam.

É saber se apagar à medida em que mais nítido se faz na personalidade do filho; sempre como influência, jamais como imposição.

É saber ser herói na infância, exemplo na juventude e amizade na idade adulta do filho.

É formar sem modelar, ajudar sem cobrar, ensinar sem demonstrar, sofrer sem contagiar, amar sem receber.

É saber receber raiva, incompreensão, ódios passageiros, revolta; e a tudo responder com capacidade de prosseguir sem ofender.

É atingir o máximo de angústia no máximo de silêncio, o máximo de convivência no máximo de solidão.

É quem se anula na obra que realizou e sorri, sereno, por tudo haver feito para deixar de ser importante.

É, enfim, colher a vitória exatamente quando percebe que o filho a quem ajudou a crescer já, dele, não necessita para viver.

17/09/14

Quando foi que a discussão morreu?

> Autor: AJ "Nerd Pai" Freire > Categoria: Opinião

Quando eu faço um post e defendo um assunto X, qualquer pessoa tem o direito de não concordar comigo! Eu respeito isso com todas as minhas forças, pois não sou – e nem quero ser – o dono da razão. Aliás, até quero que isso ocorra pois são com as diferenças que aprendemos e crescemos.

Porém algo que venho reparando é que as pessoas hoje não discutem mais para trocar ideias, para aprenderem e para acrescentarem. Elas discutem para terem razão, para te convencerem e parece que a conversa torna-se uma competição onde o “melhor ganha”.Várias vezes em uma discussão, uma conversa, vejo que as pessoas ficam agressivas quando rebato seus argumentos e críticas. E aí Jovens Padawan, sempre finalizam que eu não aceito críticas ou opiniões diferentes. Será que sou eu que não aceito?

Quero deixar bem claro que respeito sua opinião contrária e a sua crítica sim! Porém isso não significa que eu irei aceitá-las, oras! O que você quer, que eu abaixe a cabeça e diga Sim Sr, você está certo e eu estou errado? Olha, até já fiz isso sim pois percebi que eu estava errado e não tenho problema nenhum em mudar de ideia. Mas da mesma forma que você tem o direito em opinar e criticar, eu tenho o direito de não aceitar e defender o meu ponto de vista, o meu post. Ou não tenho?

Se você quer conversar, estou aqui sempre para que possamos bater um papo. Agora, se você acha que sua opinião é a verdadeira, única e que uma discussão sadia precisa ter “vencedores”, por favor, não comente, pois não quero esse tipo de leitor, ok?

Peppa Pig Feminista
15/09/14

Sabe quem chegou no funk? A Peppa Pig! NOOOOOOOOOOOO

Levanta a mão aí que é obrigado a assistir Peppa Pig por causa dos Padawans! Sério, nunca vi um Padawan que não gostasse dessa porquinha e da sua família! Até concordo que o desenho tem uma pegada educativa e tal, mas a única coisa que me faz assistir aquilo com o meu Padawan é ficar imaginando aquela família inteira na minha churrasqueira.

Bem, isso até agora, pois depois do que fizeram nem para churrasco essa família serve mais.
↪ Continue lendo »

Sua vida é uma farsa redes sociais 03
15/09/14

Sua vida é uma farsa?

Zilla van den Born é uma holandesa de 25 anos que resolveu fazer uma experiência no Facebook: fingir para todos que foi passar suas férias na Tailândia e na Cambodia.

A viagem começou quando seus pais a levaram até o aeroporto (nem eles sabiam a verdade) para que a experiência ficasse a mais real possível. Quando eles foram embora, Zilla pegou o trem e voltou para casa. Com ajuda do Photoshop ela criou essas imagens abaixo e postou no Facebook:

↪ Continue lendo »

Nerd Pai no Youtube