O Blog do Pai Nerd

Últimos Posts

12/07/16

Acabe com o spam de uma vez por todas!

Sofro com spam. Em meu email profissional, de 100 emails que recebo por dia uns 90 são essas pragas virtuais. E quanto mais antigo é o seu email, mas spam irá receber.

Cheguei a fazer um post sobre se realmente funciona solicitarmos o descredenciamento. Sim, funciona. Porém o problema é que começam a aparecer novas empresas fazendo spam e cheguei a desistir de solicitar o descredenciamento.

↪ Continue lendo »

12/07/16

A raça humana falhou miseravelmente | Procurando Dory

Fui assistir Procurando Dory com a família no último domingo. Youngling amou! Quer dizer, tirando a parte que ela dormiu quase o filme todo 🙂

A Pixar nos acostumou muito mal e esperamos que todas as suas animações sejam avassaladoras. Dory não é assim. É uma animação leve, divertida, profissional e se preocuparam muito em colocar quase todos os personagens de Procurando Nemo lá, tentando criar uma ligação emocional com aquele que era um Padawan quando Nemo passou nos cinemas.

↪ Continue lendo »

11/07/16

Criança e consumo – Quais são os limites desta relação?

> Autor: Fabi Fiuza > Categoria: Educação

Até que ponto o consumo para crianças é saudável? Pelo que tenho visto, os pontos de vista divergem bastante no que diz respeito a criança e consumo. Uns acham um absurdo uma propaganda voltada para o público infantil e há quem diz que não faz mal, não tem problema.

Desde que virei madrasta comecei a ter muito contato com o universo infantil e os dilemas que o cercam. Vejo que há exageros dos dois lados da moeda e que os pais não conseguem encontrar um meio termo entre os dois extremos: Consumo excessivo X Alienação.

Recentemente uma marca lançou um carro de brinquedo, daqueles carros em que as crianças entram e fingem que estão dirigindo, mas que contem em devidas proporções as características dos carros da marca feitos para adultos. Prontamente no Instituto Alana (que batalha para propaganda consciente e ética) reclamou alegando que se trata de uma ação abusiva. Em resposta, o diretor de Marketing e Relacionamento da empresa disse: “Em vez de focar no pai, decidimos focar no filho, que influencia o pai na decisão de compra“. A partir deste ponto a reclamação do instituto fez sentido pra mim. Pois acho ruim este foco e acredito que as campanhas devem ser direcionadas a quem tem poder de discernimento sobre a importância das coisas e não considero crianças aptas a tal decisão.

Criança e consumo - Quais são os limites desta relação instituto alana

Como estudante de Publicidade, considero importante uma boa propaganda para alcançar os objetivos de venda, mas como madrasta e potencial mãe, acredito que deva haver equilíbrio e que a ética deve estar presente na criação de campanha. É um caminho longo esse de educar e tornar os Padawans pessoas boas e coerentes, mas acredito que valha a pena.

Existe um documentário muito interessante que chamado Criança,  a alma do negócio, que aborda o tema e ouve as crianças para saber qual é a sua relação com consumo e seus efeitos.

E vocês, o que pensam a respeito?

Fonte: Blue Bus e Instituto Alana

Nerd Pai no Youtube