Porta dos Fundos vs Violência Obstétrica

Já fiz vários posts sobre parto normal e cesárea aqui no blog. A minha posição sobre isso é apenas uma: a mãe que decide a forma que seu filho vem ao mundo. Ponto. Se ela quer parto normal, que faça. Quer marcar cesárea? Sem problemas. Ninguém tem NADA a ver com a decisão dela.

Porém como todos sabem, a realidade é um pouco diferente. Muitas mães querem parto normal e acabam não conseguindo por várias razões. Existem casos totalmente justificáveis onde a cesárea salva vidas. Isso é indiscutível. Mas tem muitos  casos que a mãe é privada de ter o parto normal por causa da violência obstétrica.

A violência obstétrica é quando a grávida tem tratamento humilhante, agressões verbais, recusa de atendimento, privação de acompanhante, realização de intervenções e procedimentos médicos não necessários (via). É uma pressão para que ocorra a cesárea, pois além de ser uma intervenção que custa mais caro, é mais rápida.

Tenho uma sobrinha que nasceu agora, no final de outubro. Minha cunhada sofreu violência obstétrica lá pelo 30ª semana. O obstetra queria por que queria marcar cesárea pois o bebê ainda não tinha virado. Ele disse ainda que dificilmente iria se encaixar até a 40ª semana. Meu irmão e cunhada saíram dali direto para uma outra obstetra e, adivinhem? Minha sobrinha nasceu de parto normal.

Entendo que tem obstetras que não querem fazer parto normal. Porém precisam ser claros desde o início do pré-natal. Vão cozinhando a mãe e chega em um certo momento que começam a fazer pressões para cesárea sem necessidade. Se o obstetra for claro desde o início, tudo se resolve da melhor maneira possível pois não é toda mulher que quer parto normal.

A Porta dos Fundos fez um vídeo recentemente chamado CESARIANA. Através do humor, eles mostram o que é a violência obstétrica. Por mais caricato que o vídeo possa ser, ali contém verdades. Confira:

 
Mães, a decisão SEMPRE é de vocês. SEMPRE. Pesquisem, conversem, sejam claras desde a primeira consulta e exijam clareza do seu obstetra. Só assim para evitar que estraguem um dos momentos mais lindos da vida de uma pessoa. E parabéns à Porta dos Fundos por tocar nesse assunto.