Site icon Nerd Pai

Colaptes Campestres x Backyardigans

Quando criança, eu não tinha TV a Cabo. Isso não era “desprivilégio” meu . É que não existia mesmo. A televisão possuía poucos canais. Lembro bem quando o  SBT estreou (tinha o nome de TVS). Foi uma festa! Canal novo, novas opções de programas, etc, etc. Mas apenas alguns desenhos novos e só. Nada mudou. Continuaria a ver Pica-Pau todos os dias, Domingo no Parque, com o SS  e Os Trapalhões no domingo. Não entendam errado: eu gostava destes programas. E MUITO. Creio que até que a base da minha educação e formação moral foi dada pelo Colaptes Campestres, A.K.A., Pica Pau.

Hoje em dia, meu filho(não sei o sexo ainda, mas usarei filho para ficar mais fácil,ok?)  terá uma opção ENORME de programas para assistir. E digo mais, programas de qualidade pedagógica, que ensinam a dar bom dia, boa tarde, obrigado, de nada, por favor, a comer vegetais, blá, blá, blá….
Nesse momento, escrevendo isso, me dá um certo medo. Não somos nós, PAIS, que devemos ensinar isso à nossa cria? A televisão com seus 146 e 1/2  canais tomarão o nosso papel? Iremos assistir televisão com nossos filhos/filhas ou eles irão assistir tudo na tela de um computador, sozinhos, em seus quartos?
Lembro bem quando à noite, meu Pai sentava no sofá e todos assistiam “O homem de Seis Milhões de Dólares“. Todos juntos assistindo uma.coisa.só. E quando o bad guy fazia algo, logo meu pai falava que isso não deveria ser feito e explicava o porque. Mas como todos os pais, ele trabalhava o dia todo, então  os outros programas eu assistia sozinho, com os meus irmãos mais novos. Ou seja, sem adultos por perto.
Eu, como um bom Nerd, baixo LEGALMENTE séries e gravo programas através do Sky+ para assistir com a Fabiana. Pretendo fazer isso com o meu filho/filha. Assistir TUDO juntos, participando. Claro que filtrarei o que iremos assistir, pois não vou colocar Californation quando ele tiver 04 anos de idade. Mas quero mostrar que em tudo pode ter uma lição pedagógica, quando Pais responsáveis estão por perto e provocam questionamentos, que levem a reflexão e a discussão sadia.
Pergunto: Mas ele* não vai ver Backyardingns? Charlie e Lola? Claro que vai!!! Mas não pretendo  deixar-lo assistir sozinho. Quero participar, quero cantar, quero ficar entretido também. E reforçar quando é certo e explicar quando é errado. Entenderam? Quero fazer parte disso. Não quero usar a TV como “calabocamedásossego”! Quero ser um participante e ensinar valores verdadeiros, usando a TV como sidekick desta aventura. Se conseguirei, só o tempo irá falar. Mas pelo menos já criei uma desculpa: “Puxa, ele/ela é assim pois de vez em quando eu coloco Pica Pau para assistirmos”.
E você, qual desenho, na sua infância, praticamente te “educou”?
Sair da versão mobile