Site icon Nerd Pai

Efeito Doppler e a 1º Foto

Comecei a ver “The Big Bang Theory” no sábado passado. Já tinha visto antes, alguns episódios, mas não tinha gostado. No almoço com o @cardoso (claro, se você foi bloqueado por ele, não vai conseguir ver), no Sujinho, em São Paulo, ele me convenceu a dar uma chance para o TBBT. Peguei desde a 1º temporada e já estou no episódio 09. Bem, não sei porque eu não gostava. Até a Fabiana esta amando!!! E olha que ela esta longe de ser uma Nerd.


No 6º episódio, da 1º temporada, ou S01E06, para os íntimos, os Nerds foram convidados para uma festa à fantasia. Depois de idas-e-vindas, o Sheldon vai fantasiado de “Efeito Doppler”. Claro que ninguém sabia que diabos era aquela fantasia. E tenho certeza que a maioria que assitia também não. Ele tentou explicar, fazia sons estranhos, mas no máximo que parecia era um trenzinho.

Shelton com sua “fantasia” do Efeito Doppler

Bem, “Efeito Doppler“, resumindo,  é uma característica observada nas ondas quando emitidas ou refletidas por um objeto que está em movimento com relação ao observador. Mas onde quero chegar com essas explicações sobre o Efeito Doppler? Ela é AMPLAMENTE usada na Ultrassonografia. E graças a essa tecnologia, deslumbrei a 1º foto do meu pequeno(a) Padawan.

Chegamos no laboratório de Ultrassonografia Fetal, cedinho. Não tinha ninguém. O lugar era moderninho: tinha WiFi aberto para clientes. Bastava pegar uma senha. Mas fiquei preocupado: “Se tem Wifi, é porque devem demorar para atender…ai, ai, agüenta ansiedade”. Peguei o iPhone, comecei a colocar a senha de acesso. Não terminei de colocar o último dígito e chamaram pelo nome da Fabiana. Coração na boca. Para quem não sabe, nessa Ultrassonografia, da 12º semana, iríamos verificar se existia algum problema cromossômico, como a Trissomia 21, entre outras.

Quem nunca fez um exame desse, você entra em uma sala escura, pequena. Não tem necessidade de coletes de chumbo ou portas especiais, pois o ultrassom não usa radiação ionizaste. O aparelho é uma mistura de um Desktop com teclado e vários botões retro iluminados. Tive de me segurar para não apertar algum botão, pois tenho essa “convulsão” de apertar qualquer botão e ver para que serve. Enfim.

A Fabiana deitou e o médico começou a mover um aparelho na barriga dela. Nessa hora começou aparecer nosso Padawan. Mágica. É essa a palavra. Mágica. Não tem nada mais sensacional que você ver uma imagem formada através do som/eco, em uma tela de computador, da pessoa que será a mais importante de sua vida. Fantástico ainda é você tentar ver algum detalhe, forma do rosto, etc. Claro que não dá para ver isso. Se não fosse o médico, explicando: “Aqui é o nariz…aqui é o perfil..…aqui é a mão”, eu tinha a impressão que estava no consultório de um psiquiatra fazendo o Teste de Roschach. Principalmente na hora que o médico mostrou a cabeça, por cima, e falou que aquela forma de  “borboleta” era o cérebro. Fascinante, não!?

Já tem topete!!

Continuando o exame, ele explicou várias coisas e perguntei outras. Tudo ma-ra-vi-lho-sa-men-te bem com o padawam. Sensação maravilhosa aquela. Meu filho(a) esta tendo um desenvolvimento fantástico. Ah, e todas essas emoções ao som de uma melodia única: O coraçãozinho dele(a). Que coisa linda!!!!

O médico apertou minha mão, deu parabéns. Agradeci com lágrimas nos olhos. A Fabiana estava muito emocionada também. Principalemnte ao ver nosso padawam pulando em sua barriga (confesso, que me deu agonia, de tanto que ele(a) pulou).

Pegamos os exames, li umas 12x o laudo e fomos para casa. Ao chegar estávamos felizes e tranquilos, pois tudo estava indo bem. No próximo Ultrassom possivelmente saberemos o sexo. Não penso em nomes ainda, pois quero saber o sexo primeiro, pois aí ficará mais fácil escolher. Ou não. Conversamos mais um pouco e sentamos no sofá para assistir alguma coisas. Só que desta vez não veríamos Sheldon em TBBT, e sim o vídeo completo da Ultrassonografia e ficar fascinado como o Efeito Doppler pode ser maravilhoso!
Sair da versão mobile