Site icon Nerd Pai

Esquadrão Suicida: quem foi que fez essa bagunça?

Muitos defendem que se um trailer precisa usar uma trilha sonora de impacto para vender o filme, devemos nos preocupar e não entrar na hype. O uso de uma música impactante ativa muitos tipos de memórias e sensações e a emoção fala mais alto e criamos um certo tipo de afeto pelo filme.

Ao acabar de assistir Esquadrão Suicida, me lembrei disso. O trailer – magnifico por sinal – com Bohemia Rapsódia do Queen foi a melhor coisa do filme.

Que bagunça de filme! Muitos personagens foram porcamente aproveitados e de todo o Esquadrão apenas a  Arlequina e o Pistoleiro se salvam. O Coringa do Jared Leto totalmente dispensável.

Começamos a perceber que as coisas não foram boas quando diretores e pessoas envolvidas começam a dar explicações do filme – como a da tatuagem do Coringa. Jovens Padawans, quando isso ocorre é porque o negócio realmente não foi bom.

Sabe a piada que deve ser explicada? Então.

De uma forma bem humorada, a Lunarbaboon definiu exatamente o que a DC Comics está fazendo:

DC Comics, gosto muito de você! Aprendi a ler quadrinhos com os gibis do Batman que o meu comprava. Vamos, por favor, acertar a mão? Lembre-se, a primeira impressão é a que fica. A versão estendida de Batman vs Superman salvou o filme, mas será que SEMPRE vocês precisarão usar desse recurso?

Sair da versão mobile