Site icon Nerd Pai

O Casamento de Mônica e Cebolinha

No ano de 1959,  os principais personagens da Turma da Mônica foram apresentados pela primeira vez nos quadrinhos. Estimulando o gosto pela leitura, novidade, cultura e aprendizado, Maurício de Sousa vem conseguindo através do dom da simplicidade conquistar gerações e mais gerações que se rendem ao encanto da turminha do Bairro do Limoeiro. Desde então, após passarem por diversos momentos  (em sua maioria de guerra e paz), os queridos Cebolinha e Mônica finalmente irão firmar o casório.

 

Pode parecer estranho, diferente e ousado. Mas todos sabíamos e imaginávamos desde o começo que sempre pintou uma espécie de “affair” inocente entre os infinitos xingamentos e coelhadas.  Com o sucesso da “Turma da Mônica Jovem”, vários assuntos que vão desde de o bullying a sexualidade começaram a ser explorados como temática dentro desse novo universo. Então, como edição comemorativa desse novo ciclo dos quadrinhos de Maurício de Sousa,  a revistinha de número 50 da “Mônica Jovem” traz com exclusividade o chamado “Casamento do Século“. Mônica e Cebolinha se encontrarão no altar.

Desavenças por conta de ego e ciúmes, confusões e reconciliações, disputas de pontos de vista fizeram com que os jovens – já bem maduros – se familiarizassem com o caminho do relacionamento a dois. Regado de anos de amizade e cumplicidade, o destino não poderia ser outro senão o de partilhar o amor e felicidade.

 

“Muitos leitores vinham pedindo para criarmos esse momento especial. Mas para saberem como Mônica e Cebola chegaram a esse altar, só lendo a revista”, comenta Mauricio

É algo lindo de se ver (e ler). Agora fica entre nós uma dúvida. Será que Magali se controlará para não arruinar toda a comida da festança? Será que Cascão tomará um banho para ir à cerimônia?

 

Sair da versão mobile