Site icon Nerd Pai

Pai, aquela pessoa sem braço consegue jogar videogame?

Esses dias estávamos na rua parados no farol e passou ao nosso lado uma pessoa sem um dos braços.

– Pai, pai, olha lá! Aquela pessoa não tem um braço? Porque?
 
Não sei filho, pode ser que ela tenha nascido assim ou sofrido um acidente.
 
– Como ela consegue mexer no celular, jogar videogame, segurar um copo, comer ou brincar no trepa-trepa no parquinho?

Pensei alguns segundos o que eu deveria responder ao Padawan e disse que essas pessoas acabam se acostumando e conseguem, a sua maneira, terem uma vida normal.

– Então não conseguem fazer de tudo, né?

Não sei se respondi certo. Sabemos que pessoas sem um membro tem uma vida praticamente normal, porém certas coisas não conseguem fazer plenamente.

Acabei de ver um vídeo que me lembrou desse episódio com o Padawan.

Isabella, uma menina de 08 anos, nasceu sem um dos braços. Certas coisas ela não consegue fazer, como pegar um copo por exemplo.

Porém com a ajuda da tecnologia, a Isabella e milhares de outras pessoas no mundo, vão conseguir fazer muitas coisas que o Padawan tinha dúvidas:

 
Emocionante, não?

e-NABLE tem o seguinte objetivo: Dar ao mundo uma mãozinha. Ou seja, os voluntários dessa do e-NABLE constroem próteses e as distribuem no mundo inteiro.

Quando o Padawan chegar da escola irei mostrar esse vídeo para ele. Quero ver a reação dele ao ver que aquela pessoa que ele viu na rua pode ter uma prótese e, assim, poderá fazer de tudo.

Apenas não irei falar que não é todo mundo que tem essa sorte e que essas próteses ainda são caras. Mas espero que mais grupos como o e-NABLE possam proporcionar mais alegrias como essa da Padawan Isabella.

Sair da versão mobile