Eu acompanho o Facebook de filhas e filhos de amigos meus. Converso, faço brincadeiras e falo com os pais se acho que alguma coisa esta errada! Ora, é importante demais os pais monitorarem as Redes Sociais onde os filhos estão! Mas como meus amigos off-line são semi-analfabetos em redes sociais, eu sinto o dever de ficar vendo o que as crianças estão fazendo. Principalmente os adolescentes.

E acho fascinante como a “paquera” evoluiu. Antes jogávamos bolinha de papel para chamar a atenção. Hoje é ser do contra. Ser o chato da rede. Se a menina fala que gosta de melancia, o garoto fala que odeia e prefere melão. E uma terceira aparece e fala que odeia melão, mesmo amando essa fruta!

Olhem essa conversa da filha da madrinha do Padawan:

facebookfacebook

Bruna, vc n pode falar nada pq isso que eu falei para ela do lado do que ela me fala foi um elogio com FLORES E BANQUENTE”

Vamos ignorar as pontuações e os erros de português! Achei fantástico o termo Flores e banquete. Nunca tinha lido ou ouvido isso 🙂

Continuando.

Percebem a complexidade da trama? Uma adolescente pergunta se ela esta bonita. Um menino começa a falar que parece mais sexta-feira 13. Amigas entram na defesa e o moleque fala que a própria dona da foto fala coisa pior para ele! Ou seja, uma paquera 2.0. Sensacional!

O Padawan ainda vai demorar um pouco para acessar Redes Sociais. Nem sei se Twitter ou Facebook irão existir até lá! Mas todos os pais e educadores PRECISAM prestar atenção nas redes para entendermos melhor os comportamentos dos nossos filhos! Claro, não podemos invadir sua privacidade totalmente. E, sim, zelar por ela.

ATUALIZAÇÃO

Os dois estão namorando hoje 🙂