Opinião Archives - Página 40 de 41 Nerd Pai

Categoria “Opinião”

23/05/11

Semana Mundial do Brincar – Aliança pela Infância

> Autor: Jorge Freire > Categoria: Opinião

Tive uma infância divertida: pega-pega, peão, esconde-esconde, futebol, parquinhos infantis (aqueles de metal, “super” seguros), bandido e mocinho, empinar pipa e mais uns 20 que não lembro agora. Corria, pulava, caia, subia em muro e em árvores! Isso porque morei minha vida inteira em prédio mas, por sorte, tinha espaço para brincar.

Tinha amigos em prédios vizinhos. Subia para seus apartamentos sem ser anunciado pelo porteiro. Não tinha muros/grades.

Isso em São Paulo, Jardins.

“Mas você não brincava de videogame?” Claro que sim. Lembro quando meu amigo ganhou um Atari com o jogo do Star Wars em 1980. Meu pai comprou meses depois. E outros vieram: Master System, , Mega Drive, Super NES, Playstation 2 e Xbox 360. Esses dois últimos eu mesmo que comprei. Porém, na minha infância, mesmo com videogame, lembro muito bem que as brincadeiras “off-line” eram mais frequentes.

E o Padawan, vai brincar como eu brinquei? Converso isso com a Fá e me preocupo, pois brincadeiras como eu tive são excelentes para o desenvolvimento! E hoje falta espaços para brincar e com o consumismo maluco, mais e mais as crianças vão ficar brincando sozinhas em seus quartos.

Hoje começa a Semana Mundial do Brincar. Desenvolvido pela Aliança pela Infância, um movimento mundial que atua facilitando a reflexão e a ação das pessoas que se preocupam com o cuidado e com a educação das crianças. Fundada em 1977 na Inglaterra.

 

O evento, que será na UMPAZ, Av. IV Centenário, 1268, portão 7A, Pq do Ibirapuera, permitirá que crianças façam o que mais sabem fazer: brincar! Começa às 09:00 horas e finaliza às 17:00. São 04 locais com brincadeiras simultâneas. Click aqui para baixar toda agenda.

Acho bacana essa iniciativa. Fico triste apenas pois a data não esta sendo boa pois, tanto eu como a Fá, trabalhamos e não podemos levar o Padawan.

Mas você que tem a oportunidade de ir, vá! É uma chance de ensinar e socializar seu filho fora da vida on-line. Brincar e se machucar é algo que você nunca esquece.

20/05/11

Os bons são a maioria – O Lixo e a Coca-Cola

> Autor: Jorge Freire > Categoria: Opinião

 

LIXO
s. m.
1. Qualquer matéria ou coisa que repugna por estar suja ou que se joga fora por não ter utilidade. = entulho, porcaria
2. Resíduo resultante de atividades: domésticas, comerciais, industriais, etc., e que se joga fora. ; detritos, sobras. = detrito, sobra
3. Local ou recipiente onde se acumulam esses resíduos ou matérias.
4. Fig. Escória, ralé.
(fonte: Aurélio)

Para muitos, essa é a definição de lixo. Para muitos, lixo é sujo e precisa ser jogado fora. Para poucos, lixo é vida.

Dia 17 de maio fui ao Rio de Janeiro conhecer o Doe seu Lixo. Fundada em 2003, tem como missão não só reduzir os impactos ambientais provocados pelo descarte de maneira incorreta dos resíduos, como também estimular a conscientização da população sobre a importancia da sustentabilidade e contribuir com o aumento da dignidade de vida dos profissionais de reciclagem.

Doe seu Lixo - Cooperativa

Foi um encontro muito esclarecedor e emocionante! Mulheres que trabalhavam nos lixões, em ambientes totalmente insalubres, sem diginidade e com vergonha em falar que trabalhava com lixo, que hoje tem orgulho em falar que fazem a diferença! Que trabalham não com lixo, e sim com material reciclado!

A Dona Zilda, moradora do Morro do Alemão, é um exemplo de lutadora! Mudou a sua vida e de muitos catando “lixo”. Viu uma forma de sobreviver com dignidade. Lutou e venceu! E essa luta agora tem como aliado uma das maiores empresas do mundo: A Coca-Cola.

De 22 a 29 de maio, a Coca-Cola Brasil e seus fabricantes promovem pela quinta vez a Semana Otimismo que Transforma. Parte da receita gerada pela venda de todos os mais de 150 produtos da empresa será revertida aos programas socioambientais do Instituto Coca-Cola Brasil. Em 2010, foram arrecadados R$ 5,8 milhões.

O Instituto Coca-Cola Brasil existe há 11 anos. Antes da moda da reciclagem. A Coca-Cola tem como prioridade o apoio às comunidades que já trabalham com reciclagem! Apóia com treinamento e como deve-se formar um negócio, tanto na parte burocrática como na prática, pois a gestão de negócio faz crescer 20% a renda do trabalhador. Gerar renda para a comunidade e dignificar a profissão é a consequencia desse trabalho!

Coca-Cola: Os bons são a maioria
Coca-Cola: Os bons são a maioria

Ainda será realizado o Dia do Otimismo, em 20 de maio, quando os funcionários da empresa, de forma voluntária, visitarão os pontos de venda para divulgar a Semana aos consumidores.

Hoje são 135 cooperativas apoiadas em todo o Brasil. Querem atingir até 2014 quinhentas cooperativas! E irão conseguir, com certeza!

Mas como você pode ajudar? Consuma algum produto da Coca-Cola (se você não bebe refrigerante, tem a água Crystal que é da Coca-Cola) entre os dias 22 a 29 de maio!

Mas só esses dias que eu posso ajudar“? Não! Você pode ajudar todos os dias com a conscientização que reciclagem esta aí e é para ficar!  Não só como uma forma de preservar o meio ambiente, como também ajudar a gerar renda para milhares de famílias em todo o Brasil!

Faça a sua parte! “Os bons são a maioria”, como diz o slogan da Coca-Cola.  E olhe o lixo com outros olhos! Como disse a Dona Zilda: “Lixo, para mim, não é lixo. É material reciclável

E siga a Semana Otimismo no Facebook e no Twitter! E no meu Facebook tem mais fotos e vídeo

 

18/05/11

Chapeuzinho Vermelho e o abuso sexual infantil

> Autor: Jorge Freire > Categoria: Opinião

A história original, Chapeuzinho Vermelho é convidada a ir para a cama com o Lobo. “Nossa, que grande suas unhas Sr. Lobo”, “Nossa, que grande suas orelhas, Sr. Lobo!” “Nossa, que grande o seu….., Sr. Lobo”. E o Lobo acaba por “devorá-la”.

O livro A Psicanálise dos Contos de Fadas, de Bruno Bettelhein, defende que o defeito dos  livros infantis atuais, adaptados, é afastar das crianças o significado mais profundo desses contos. Conceitos de morte, ódio, inveja, traição, estupro e abuso sexual são complicados e traumáticos para lidar com crianças. E os contos de fadas introduzem esses conceitos ao universo infantil.

Não tem final feliz

Chapeuzinho Vermelho era contado às filhas virgens para alertá-las a não aceitarem convites de passeios e conversas com pessoas estranhas. E o final, desse conto, não era feliz e nem tinha caçador (aliás o happy end, com o lenhador, foi introduzindo pelos Irmãos Grimm).

Odívia Barros, 33 anos, autora do livro ” Segredo Segredíssimo“, em entrevista com o G1 conta a SUA historia de abuso sexual sofrida na infância. Ela argumenta que a partir dos 05 anos já é possível orientar as crianças sobre a abordagem sexual imprórpia por partes dos adultos: “Eles apontam que, após o convívio familiar, a escola mostra-se como situação ideal para detecção e intervenção junto aos casos de abuso sexual, justamente pelo tempo considerável em que a instituição, a criança e seus familiares interagem. É imprescindível discutir o tema. Ou fazemos isso ou os abusadores continuarão chegando primeiro.”

Infelizmente esse assunto é tabu, tanto nas escolas como na maioria das famílias. Acho que a culpa de uma criança abusada sexualmente é a ignorância! Educadores, pais, tios, vizinhos não podem ter medo de falar e denunciar uma suspeita de abuso sexual! E todos precisam ter acesso de como fazer e identificar possíveis abusos sexuais!

O site 15segundos.net sempre organiza eventos para combater o abuso sexual infantil. O nome do site é um pouco chocante:a cada 15 segundos uma criança é abusada sexualmete. Triste, não? Veja o filme feito pelo 15segundos.net:



Precisamos educar nossos filhos e cobrar dos educadores que façam sua parte! E você faça a sua parte e em caso de suspeita denuncie!

13/05/11

Dois pastel e um chopps – Preconceito Linguistico?

> Autor: Jorge Freire > Categoria: Opinião

Escutando a rádio CBN hoje fiquei perplexo com uma matéria: Livro didático não pode aceitar erros de português

“Nós pega o peixe” ou “os menino pega o peixe”. A autora, Heloísa Ramos, defende o uso da língua popular ainda que com seus erros gramaticais! Fala ainda, acreditem, que se falarem a forma correta culta de nossa língua, os alunos podem sofrer de “preconceito linguístico”. (pausa aqui para respirar fundo e dizer 100ox: ” Serenity now!).

E ainda na defesa do livro: “Você pode estar se perguntando: `Mas eu posso falar ‘os livro’?. Claro que pode. Mas fique atento porque, dependendo da situação, você corre o risco de ser vítima de preconceito linguístico. Muita gente diz o que se deve e o que não se deve falar e escrever, tomando as regras estabelecidas para a norma culta como padrão de correção de todas as formas linguísticas”


Absurdo total! Crianças em estágio de alfabetização de uma língua tão simples como a nossa, com poucas regras e tal, irão aprender que não existe só o certo e o errado, e sim o meio certo, pois,  dependendo onde você esta, o errado é o certo!

Se esse livro fosse um romance, tudo bem! A licença poética sempre é válida! Mas é um livro didático! As crianças em alfabetização precisam e devem aprender a forma correta de se falar! Linguistica já é dificil de estudar em cursos superiores, como disse meu amigo @rafanoris pelo Twitter:

.

rafanoris
@NerdPai pois é, é duro até pra universitários rsrs o que eu vi de gente surtando com essas teorias na faculdade…
13/05/11 12:32

 

Imaginem no ensino médio ou na alfabetização??

Abaixo  coluna diária do Merval Pereira, da CBN, falando com o Carlos Alberto Sardenberg sobre esse absurdo:

 


 

Eu sei que vivemos em um mundo cinza. Mas 2+2 sempre será 4 e concordância verbal esta aí para ser respeitada! Dois pastel e um chopps é válido quando você sabe que é uma brincadeira com os Paulistas! E, sério, “preconceito linguístico” por falar certo, só no Brasil mesmo com seu ” jeitinho” para tudo!

 

11/05/11

Caçadores da fralda perdida [Atualizado 6x]

> Autor: Jorge Freire > Categoria: Opinião, Padawan

O Padawan dorme a noite toda. Raramente acorda reclamando. Até quando a fralda vaza ele não chora. Dorme no frio mesmo 🙁

De tempos em tempos precisamos trocar as marcas das fraldas pois o Padawan cresce e fica mais pesado (e a quantidade de xixi também aumenta), e começam a vazar. É um ciclo sem fim.

Usávamos da Pampers. Começou a vazar e trocamos pela Turma da Mônica. Depois de um tempo começou a vazar e testamos a Huggies. Vazou depois de 02 meses e voltamos para a Pampers. Agora estamos na fase de testes, pois não tem nenhuma que esta segurando o xixi noturno.

As fraldas não tem um padrão de tamanho. Uma vai de 6,5Kg até 10Kg, outra de 9Kg até 12kg, e 10Kg até 14Kg. Acho ótimo essa variação pois adapta melhor ao “peso real” do Padawan! Mas não estão funcionando…

A 1º coleção do Padawan

A Fá acordou hoje preocupada e irá acordas às 03:00 da manhã (eu ou ela, claro) para troca-lo, pois como ele não reclama é ruim ele ficar molhado! Ainda mais com o frio chegando!

Irei comprar mais uma fralda para testar! Sei lá, uma que nunca comprei de uma marca estranha e com nome esquisito! Estamos na fase do vale tudo!

Sugiro que as fraldas pudessem ter não só o peso, mas a quantidade de xixi, em litros, que agüentam! Ai podemos mensurar qual seria a melhor, sem ficar na tentativa e erro!

E vocês, pais e mães, passaram por esse problema? Qual foi a melhor sugestão para vocês?

 

[ATUALIZAÇÃO – 14/05/2011]

Três dias que estamos usando a Pampers Noturna e Diurna e não está ocorrendo vazamentos. Ela se autodenomina: “A melhor Pampers para você descobrir o mundo”.  É, por enquanto esta sendo mesmo.

Pampers Noturna e Diurna

 

[ATUALIZAÇÃO – 19/05/2011]

A fralda ai de cima começou a vazar. Bem, recebi um lindo brinde da Huggies Turma da Mônica: um Kit de fraldas e produtos de higiênie. Veio junto uma que nunca tinha visto:  Conforto Dia e Noite. Hoje à noite iremos usá-la e depois posto os resultados.

[ATUALIZAÇÃO – 24/05/2011]

Bem, as fraldas não estão mais vazando….solução? Todo dia usamos uma diferente! Parece coisa de louco, mas não esta vazando mais depois de usarmos esse procedimento. Vamos ver o que vai dar!

[ATUALIZAÇÃO – 30/05/2011]

Percebemos que a Pampers Noturna e Diurna, de 06 – 11 kilos, não estava vazando. Estamos usando apenas ela.

[ATUALIZAÇÃO – 21/06/2011]

Acabou a lua-de-mel com a Pampers Noturna e Diurna. Começou a vazar. Como o Padawan já esta no limite dela, pois esta com quase passando de 11 kilos, ela não esta dando conta mais. Aguarde os próximos capítulos 🙂

[ATUALIZAÇÃO – 22/11/2011]

VEREDICTO: Todas fraldas vazam. TODAS! O que você precisa fazer é comprar o tamanho da fralda em que o peso do seu Padawan esta na média do peso máximo/mínimo indicado no pacote da fralda! Estamos fazendo isso desde junho de 2011 e nunca mais vazou!

 


08/05/11

Rafinha Bastos e o mundo preto e branco

> Autor: Jorge Freire > Categoria: Opinião

Discutindo meu post sobre palmadas com meu irmão, ele deixou nos comentários o seguinte:

“Permita-me sair um pouco do assunto, mas existe, atualmente, uma onda do “tudo muito politicamente correto” e no sentido de que tudo que era feito anteriormente era errado..

Poderia, aqui, dizer que as crianças atualmente só querem saber de video game, computador etc. e não brincam mais nas ruas, jogam bola etc., mas não vou cometer o mesmo erro “às avessas”, até porque você me mataria…hah

Enfim, mas o fato é que zuar (ou ser zuado) amigos na escola, levar umas palmadas, beber água da torneira etc. sempre fizeram e deverão continuar fazendo parte de nossas vidas e filhos…

Bem, novamente, colacionarei o texto do facebook, pois entendo que consegue resumir o que quero dizer:

“Se você cresceu comendo comida caseira, andava de bicicleta sem capacete, sua casa não era à prova de crianças, você tomava uma surra se se c…omportava mal, tinha uma TV com 3 canais e tinha que levantar para mudar ou para mexer na antena, você fazia o juramento à bandeira na escola, bebia água de torneira, sofria bulying na escola e saía NORMAL, cole isto em seu wall para mostrar que sobreviveu…”

Lembrei desse comentário lendo no Twitter as discussões sobre uma piada “racista” do @rafinhabastos. Sério, nem fui atrás da “tal piada” pois conheço o nível de humor que ele faz e não gosto nem um pouco! Mas creio que vivemos em um mundo estranho, que tudo que é dito pode ser crime.

Precisamos ter respeito com tudo e com todos. Respeitar crenças, etnias e opções sexuais. E, desde de cedo, irei ensinar ao Padawan que nosso mundo não é preto e nem branco. É cinza.

Fiquem com um vídeo do Michael Richards, o Cosmo Kramer de Seinfeld, e veja o que realmente pode ser racismo:

 

 

05/05/11

União homoafetiva

> Autor: Jorge Freire > Categoria: Opinião

Hoje, dia 05/05/2011, ocorreu o julgamento no STF de um Recurso Extraordinário sobre o reconhecimento da união entre casais do mesmo sexo.

Pelo twitter foram várias discussões, contra e a favor, desse julgamento. Tanto que a hashtag #uniãohomoafetiva entrou nos Trending Topics Mundial no Twitter.

Entre essas discussões, peguei o RT da @margochanning_ de uma pequena história que a @matryoska contou de quando seu filho mudou de escola. Segue abaixo a timeline da história (leiam de baixo para cima:

Concordo 100% com a @matryoska! As crianças entendem muito mais do que imaginamos! E deixar de explicar ou tentar ocultar é o maior erro, pois a ignorância gera violência!

Com certeza esse julgamento será a favor da união entre casais! Isso já existe de fato, não de direito. Ao seu tempo, irei explicar para o Padawan que pessoas do mesmo sexo podem se amar e constituir família! Podem criar filhos(as) como o pai e a mãe dele o estão criando!

Pretendo assim ajudar que o mundo dê um basta a homofobia! E é essa nova geração que vai ser a grande responsável para que isso ocorra!

 

04/05/11

Imaginação é tudo

> Autor: Jorge Freire > Categoria: Opinião

Albert Einstein disse: hospital

A imaginação é mais importante que o conhecimento.

Seja criativo com o seu filho! Use brinquedos velhos de uma forma diferente! Crie brincadeiras novas! Não vá a uma loja de brinquedos se em sua casa já existe vários! Recicle sua imaginação!

Mude o seu mundo!

E mesmo que você tenha condição financeira, é muito mais importante gastar tempo com seu filho do que dinheiro!

Até um passeio na rua de sua casa você pode se divertir, lutando com um dragão!

fonte da imagem: http://marcianos.com/
17/04/11

Adesivo Família Feliz – Mas e a segurança?

> Autor: Jorge Freire > Categoria: Opinião

Em qualquer lugar na rua eu vejo aqueles adesivos nos carros com o “desenho” de toda família com maos dadas. Os famosos Adesivos Familia Feliz.

Pessoalmente, não gosto. Pode ser bonitinho e tudo, mas não colocaria no meu carro. E nem a Fá gosta! E uma das razões é por a segurança.

Vivemos em um mundo louco! Sequestros relâmpagos, assaltos, falso sequestros estão aí e todos conhecem pelo menos um caso. Precisamos ter responsabilidade ao mostrar dados de nossas famílias! Tanto na vida online como na offline.

"Adesivo Família Feliz" "segurança"
Essa Família Feliz informa quantas pessoas tem na sua família. Quantas crianças, adultos, cachorros e papagaios estão em sua casa. E o principal: sua classe econômica por causa do carro. Com a placa, é fácil o acesso ao endereço da sua casa (fora que podem te seguir). E aí, infelizmente, você vira estatística.

“Mas Nerd Pai, você coloca foto do seu filho na internet, usa o Foursquare, Twitter e tudo que o mundo online oferece, não é o mesmo caso?” Não, não é o mesmo caso pois criei várias rotinas de segurança! Claro que não explicarei elas pois aí minha rotina seria quebrada 🙂 Um exemplo apenas: Faço check-in no Foursquare quando saio do local. E não dou check-in em lugares rotineiros, como no supermercado.

"Adesivo Família Feliz" "segurança"Existem outras formas de você se orgulhar e mostrar carinho pela sua família. Adesivos da Família Feliz ou o nome do seu filho(a) naquelas plaquinhas “Bebe à Bordo” com certeza não é uma forma inteligente.

Seria bacana podermos fazer o que quisermos? Sim. Mas hoje não podemos. E um adesivo no seu carro não é a melhor maneira de demonstrar carinho e orgulho pela família.

19/11/10

Palmadas….sou contra e a favor da lei!

> Autor: Jorge Freire > Categoria: Na Mídia, Opinião

Sou o filho mais velho. Meus pais tiveram 04 homens. Imaginem como era o dia-a-dia em uma casa onde os pais trabalhavam fora e a avó paterna “vigiava” os netos. Eram brigas, palmadas, copos/pratos quebrados, paredes riscadas e outras coisas que a sua sã, mas não tanta, imaginação pode alcançar.

“Vou falar tudo para o seus pais!” Era a ameaça máxima que minha avó fazia. E de fato, ela falava. Tanto que quando chegava próximo às 18:00, o silêncio imperava em casa. A tensão no ar poderia ser cortada com uma faca, de tão densa. ‘Será que a “Voinha” irá falar, pensava, preocupado, pois tudo sobrava para o mais velho: EU!!!

Meus pais chegavam e eram atualizados dos acontecimentos. Eram conversas, castigos, broncas ou tudo isso ai junto. “Mas vocês não apanhavam?”, você pode perguntar. Sim, apanhávamos e muito! Levei várias surras de cinta de ficar chorando uns dois dias seguidos. Eu e meus irmãos. Porém, lembrando dessas palmadas, cheguei a uma conclusão: Nós SEMPRE apanhávamos na hora que aprontávamos algo na presença dos meus pais! Essas palmadas não eram para nos educar, e sim para que os meus pais descarregassem suas frustrações/raivas daquele momento!

Lei das PalmadasParticipei, ao vivo, do programa Roda Viva da Tv Cultura sobre a polêmica Lei das Palmadas. O entrevistado foi o Paulo Sérgio Pinheiro, Cientista Político.

Não tinha uma opinião formada sobre a eficiência dessa Lei. O Governo se metendo na vida privada dos pais/filhos não parece uma boa idéia, pois o mesmo Governo já é responsável por tanta coisa (Educação, Segurança, Saúde, etc) e faz com tanto pouco caso, que mais uma responsabilidade irá inflar mais sua incompetente gestão.

Sou CONTRA a Lei! Mas sou a favor de que qualquer forma de agressão física e psicológica na educação dos filhos deve ser banida de qualquer sociedade!

O Governo tem de investir em EDUCAÇÃO! Com educação HOJE os futuros pais irão saber conversar e entender seus futuros filhos, colocando então limites! Vão poder dialogar, participar e vão saber educar!

Lei das Palmadas
Não é apanhando que a criança/adolescente aprende. Ela aprende com os exemplos que os pais dão: Justiça, Verdade, Honra e Lealdade (aliás, cresci assistindo um certo desenho que sempre falava isso).

E sendo um pai justo, verdadeiro, honrado e leal com meus princípios, com certeza irei descarregar minha raiva/frustração no Padawan dando uma bela surra nele em uma partida de videogame!