Ministra da Cultura Marta Suplicy respondeu aos repórteres, ao ser questionada se os videogames entrariam no vale-cultura, isso: “Nem Pensar“.

Sim, a Excelentíssima Ministra não considera videogames cultura. Claro, para ela não deve passar de apenas uma forma de diversão violenta e não agrega nada para a cultura dos Jovens Padawans.

marta_suplicy videogame

O presidente da Acigames, Moacyr Alves Júnior, enviou uma carta de repúdio a falta de conhecimento da Sra Ministra sobre a industria do videogame. Segue um trecho:

Infelizmente, essa notícia pode se espalhar no mundo inteiro, que hoje enxerga games como uma das mais fortes fontes de renda na economia criativa e de cultura, ultrapassando a indústria do cinema já há dois anos. Se games não são considerados cultura por nossa própria ministra, essa é uma afirmação de grave preconceito e um desrespeito a todos os trabalhos acadêmicos e científicos na área. Games são a nova expressão digital do mundo e nos países desenvolvidos – isso é deixado bem claro.”

Mas a melhor parte veio agora. A Square Enix, criadora de vários videogames de sucesso, como Tomb Raider, Hitman e Final Fantasy enviou uma carta com alguns presentes para a Ministra Relaxa e Goza. Leia na íntegra a carta:

Carta da Square para a marta suplicy

A música que a carta se refere é essa:

Bem, o que é me deixa mais preocupado é que temos uma Ministra que por preconceito prefere virar às costas para uma forma de cultura e, assim, milhares de brasileiros podem ficar excluídos de uma das maiores manifestações culturais do início desse século. E, enquanto isso, músicas de qualidade duvidosa são tocadas em todos os lugares.

BRAZIUUUUUUUUUUUUU!

Tenho a péssima mania de postar sem revisar o texto. Se houver algum erro neste post, selecione-o e pressione Shift + Enter ou Clique aqui para me informar. Obrigado!