A APAE de São Paulo, em 1976, trouxe ao Brasil um exame chamado Screening Neonatal, o famoso Teste do Pezinho e que acabou se tornando obrigatório no Brasil.

Nesse exame é coletado sangue do calcanhar dos Padawans recém-nascidos e detecta 10 tipos patologias:

  • Fenilcetonúria;
  • Hipotireoidismo Congênito;
  • Anemia Falciforme (e demais Hemoglobinopatias);
  • Fibrose Cística;
  • Deficiência de Biotinidase;
  • Hiperplasia Adrenal Congênita;
  • Deficiência de G-6-PD;
  • Galactosemia;
  • Leucinose;
  • Toxoplasmose Congênita.

O Teste do Pezinho é um exame rápido de prevenção que tem com a finalidade impedir o desenvolvimento de doenças que, se não tratadas, podem levar à Deficiência Intelectual e causar outros prejuízos à qualidade de vida dos Padawans.

pé-da-youngling

Quando chegamos na maternidade para o nascimento da Youngling – e isso ocorreu também quando o Padawan nasceu – nos ofereceram um Teste do Pezinho Super.

Esse teste – que custou R$ 298,13 em novembro de 2015 – inclui mais 38 diagnósticos de aminoacidopatias, defeitos do metabolismo dos ácidos graxos e das acidemias orgânicas.

Muitos defendem que esse teste mais amplo é indicado apenas se tem algum caso de histórico familiar e/ou o Padawan foi contaminado ao nascer.

Pois bem, a Youngling e o Padawan fizeram esse Super. Que eu SAIBA não temos históricos familiares e ambos não foram contaminados. Porém a carga genética que carregamos pode ser um pouco ingrata. Quem me garante que meu avó não teve uma dessas doenças e nem foi diagnosticada? Muito das aminoacidopatias são herdadas de modo autossômico recessivo*.

Mas Pequenos Gafanhotos, a decisão é de vocês. O Teste do Pezinho básico é fundamental e o Super é apenas um complemento.

Preferimos fazer pois acredito que para certas coisas o excesso de zelo não faz mal.